Poema do ônibus em um dia de chuva

A chuva e o guarda-chuva

Não sei se em outras cidades do Brasil isto também acontece, mas em Porto Alegre existem poemas colados nas janelas dos ônibus. Hoje, enquanto chovia torrencialmente na cidade por volta das 19h, li um poema curtinho na janela do TV que não poderia ser mais adequado para o dia de hoje. Em homenagem ao um milhão e meio de porto alegrenses que se molharam até as canelas nessa tarde e às aproximadamente duzentas pessoas que se espremeram no ônibus comigo, resolvi publica-lo no blog. Lá vai:

De ponta-cabeça
O guarda-chuva implora
Que o sol apareça

Ricardo Alves

***

Meus poemas favoritos do ônibus são os curtinhos. É incrível quanta coisa boa é possível de se escrever com poucas palavras. Há um tempo, a Associação Brasileira de Letras realizou um concurso de contos, no qual os autores deveriam escrever histórias à la twitter, com 140 caracteres. Se você é daqueles que não consegue escrever nem tweets com 140 caracteres, vejam só alguns exemplos e aprendam com os mestres:

“Toda terça ia ao dentista e voltava ensolarada. Contaram ao marido sem a menor anestesia. Foi achada numa quarta, sumariamente anoitecida”

Bibiana Silveira Da Pieve, Rio de Janeiro, primeiro lugar.

“Joguei. Perdi outra vez! Joguei e perdi por meses, mas posso apostar: os dados é que estavam viciados. Somente eles, não eu”

Carla Ceres Oliveira Capeleti, São Paulo, segundo lugar.

“Não sabia ao certo onde tecer sua teia. Escolheu um cantinho da parede da cozinha. Acertou na mosca”

Eryck Gustavo Silva de Magalhães, São Paulo, terceiro lugar.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Fora de Pauta com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

2 respostas a Poema do ônibus em um dia de chuva

  1. Muito massa esses poemas Didi!
    Minimalistas e encantadores. Uberlândia não é tão charmosa quanto a capital gaúcha, mas tb curtimos esse lance de poesia no transporte público. Todo ano há um concurso chamado “Viaje poeticamente” que seleciona poemas para circularem nos ônibus daqui.
    Não sei se tenho algum talento para poemas curtos, mas achei que o seu blog merecia um. Decidi improvisar, apesar da falta de talento, mesmo assim:

    Sexta-feira. Engarrafamento, muito calor.
    Procura-se boa leitura?
    Sugiro parada no próximo ponto…
    “Dois pontos: travessão”.
    Cá estou e ponto.

    Abraço

  2. dsoares08 diz:

    Haha, adorei Patrícia!
    muito obrigada pela homenagem ao blog, com certeza você tem talento!
    Abraços!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s