Entrevista com Jostein Gaarder

Jostein Gaarder fala sobre ciência e religião em novo livro

Esses tempos eu estava conversando com uma amiga minha sobre livros marcantes. Ela foi Rainha da Festa da Uva e no concurso eles perguntam para as candidatas qual foi o livro mais marcante que elas já leram na vida. Segundo a Júlia, a maior parte das meninas fala o “Pequeno Príncipe”. Já ela respondeu “O Caso dos Dez Negrinhos”, da Agatha Christie. Bem mais legal, na minha opinião.

Fiquei pensando que eu não sei o que eu responderia. Mas se me perguntassem qual é o livro que eu gostaria de ter escrito, eu responderia com muita facilidade: “O Dia do Coringa”, de Jostein Gaarder. Por quê? Porque é genial. Simples assim.

Achei uma entrevista bacana sobre o novo livro de Jostein Gaarder, “O Castelo nos Pirineus”. A referência é péssima, eu sei, é da Veja (que mentira). Mas a entrevista é realmente muito boa. Ele é bom né, ainda que a Veja não seja.

Segue abaixo o link e um trechinho que fala sobre a obra, para instigar a leitura:

Autor de “O mundo de Sofia discute a existência de Deus”

(…)

Há dois tipos de escritores: aqueles que escrevem porque são apaixonados pela linguagem e aqueles que o fazem porque têm mensagens para passar”, diz, em entrevista a VEJA Meus Livros. “Eu estou no segundo grupo.” Em seu novo livro, O Castelo nos Pirineus (Companhia das Letras, 184 páginas, leia aqui um trecho), a mensagem – ou inquietação – que Gaarder procura transmitir é a do embate entre ciência e religião.

No romance, dois ex-namorados se reencontram após 30 anos e relembram o que os separou: visões de mundo completamente diferentes. Após atropelar uma mulher na estrada e reencontrá-la uma semana depois, quando jovens, cada um tem uma posição distinta diante dos fatos. Ele, Steinn, acredita que pode ver a mulher porque ela está viva e passa bem. Ela, Solrunn, acha que eles veem apenas o espírito da mulher morta, desejoso de se comunicar com eles, coisa que o cético Steinn não pode aceitar. Ele é a ciência. Ela, a religião.

(…)

Gostou? Então continue lendo, clicando aqui

Esta entrada foi publicada em Eu li em blog alheio com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s