Um vídeo para crianças brancas

Os anjinhos da Ku-Klux-Klan

Descrição do vídeo no site do youtube:

“Esse vídeo não é meu. Apenas peguei o original e coloquei legendas em português.

O nome do garoto é Andrew Pendergraft. A família dele inteira faz parte da KKK.Por sinal, ele é neto de um dos fundadores, Thomas Robb. Assim sendo, o garoto foi criado desde o nascimento pra ser racista.

Andrew já faz o “The Andrew Show” há vários meses. Em todo episódio é a mesma coisa: ele começa falando de algum assunto qualquer pra na sequencia encaixar esse assunto com… “Dont mix races”

“Dont mix races” – Não misture as raças. Para Andrew, quer dizer, pra quem escreve os discursos de Andrew, brancos devem ficar afastados de negros, asiáticos, etc. Tudo para manter a “Supremacia branca”

Andrew está com 10 anos e já divulga o racismo pelo mundo afora, graças à sua família maluca.

Assista, sinta nojo e entenda que pro racismo acabar, você tem que criar seus filhos direito.”


Minha sobrinha tem esse filme. É uma excelente versão da Princesa e o Sapo. A princesa, além de ser negra, é filha de uma família humilde e sonha (o que? com o príncipe? Não!) em abrir um restaurante, trabalhar e cuidar da própria vida. E além de tudo, a princesa também vira sapo no filme, o que inclui toda uma discussão maior sobre padrões estéticos femininos que eu não vou comentar agora. Mas é incrível. Os americanos nunca param de me surpreender.

Fonte: RS URGENTE – Racismo na Terra na Liberdade

Esta entrada foi publicada em Eu li em blog alheio com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

13 respostas a Um vídeo para crianças brancas

  1. Rodrigo(CALIMED) diz:

    Que isso?!??

    É aterrorisante

    Bjo didi

  2. dsoares08 diz:

    Aterrorisante é exatamente a palavra!

    Beijos Rodrigo!

  3. Larissa diz:

    Fucking scary!

  4. dsoares08 diz:

    Lari!

    Que prazer imenso ter mais uma ballarotti em meu humilde blog!

    Volte sempre!

    E realmente, são uns coitados mesmo. Vocês conhecem um documentário que se chama “Jesus Camp”? Eu vivo indicando. É um filme que mostra a doutrinação política das crianças através da religão. A única diferença pros KKK acima é que os evangélicos-republicanos aceitam crianças negras em suas fileiras também.

    Eu acho engraçado pq nos EUA há uma estigmatização muito grande dos católicos, basicamente porque o catolicismo é Religão de Latino. Mas essas variantes evangélicas que são fortes por lá, presbiterianismo, etc, fazem essas coisas que são completamente sem par em qualquer país católico que eu conheço. Assistam. É dez mil vezes mais assustador que o Show do Andrew.

    beijocas

  5. dsoares08 diz:

    É mesmo! Não tinha pensado nisso! Que bizarro. Acho que no Brasil é bastante possível que a guarda dessas crianças fossem contestada. E do ponto de vista da manifestação política, é uma coisa bem polêmica né, mas na Itália, existe uma clásula CONSTITUCIONAL que proibe a refundação do Partido Fascista Italiano no país. Dá muito pano pra manga isso tudo.

    Aliás, sobre o fascismo, vejam também este post sobre o filme VINCERE, sobre a juventude de Benito Mussolini. Foi depois que eu assisti esse filme que eu descobri que o Partido Fascista tem sua refundação proibida por lei na itália https://doispontostravessao.wordpress.com/2010/09/02/dica-de-filme-vincere/

    • Nossa. É, do ponto de vista político é bem complicado. Mas racismo ser crime inafiançável, como é no Brasil, acho bastante razoável e fácil de argumentar. Uma pena que o PL para que homofobia também se torne um crime inafiançável no Brasil ainda deve demorar (década?) pra ser aprovado.

  6. Impressionante… se fossem meus alunos, os pais já teriam ido à escola pedirem para a direção me demitir (sim, já aconteceu).

    Ah, se quiser, aqui está um rápido comentário meu sobre A princesa e o sapo: http://incautosdoontem.opsblog.org/2010/01/10/beijando-sapos/

  7. Felipe diz:

    eles estão lendo alguma coisa… um teleprompter ou algo assim. bizarrinho

  8. dsoares08 diz:

    Eu acho que ele ta lendo uma folha de caderno mesmo haha. Pelo que eu entendi, o “Show do Andrew” é um programa no youtube mesmo. Não chega a ir ao ar na TV aberta, nem nada. Menos mal, né?

  9. larissa diz:

    que lástima, que falta de noção… os pais dessa crianças são uns celerados. e pior, como lembrado acima, e que sempre me pasma, é que em nome da liberdade o racismo vai goela abaixo… lamentável.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s