Livro – A Herança de Ana Bolena

A Herança de Ana Bolena

Conceito: 4

Gênero: Romance Histórico

Esta é uma história narrada por três mulheres que ocuparam posições eminentes na corte de Henrique VIII: Ana de Cleves, Catarina Howard e Jane Bolena (Lady Rochford). As duas primeiras foram Rainhas da Inglaterra. A última as serviu e traiu a todas elas.

Jane Bolena é, por volta de 1540, a única garota bolena na Corte. Após anos de retiro – e banimento – em Blicking hall, ela é enviada novamente à Corte para servir a nova Rainha Ana. Junto com seu tio por casamento, o perverso Duque de Norfolk, planejará a queda de Ana de Cleves e a ascensão de uma outra Rainha: Catarina Howard – A prima de Ana Bolena.

Ana Bolena, a segunda esposa de Henrique VIII – a mulher que virou a Inglaterra de cabeça para baixo, terminou decapitada, à mando do Rei, antes mesmo de completar seus 30 anos, acusada de adultério e incesto com seu próprio irmão, George Bolena. Sua herança paira sobre todos que sobreviveram à ela: O título de George, Conde Rochford, salvo no nome da esposa pela traição que o levou a morte. As terras que acabam por abrigar a família de Maria Bolena e Ana de Cleves, caída em desgraça. A beleza e o gosto por Capelos franceses, renascidos na pequena Kitty Howard (Catarina Howard).  E a mais cruél das heranças Bolena: Um Rei louco, que acha que tudo pode e que é traição sequer imaginar o contrário.

Juntas, as três mulheres nos narram de sua perspectiva anos atribulados do Reinado de um homem que cria ser a voz de Deus na Terra. Com elas vamos dos dias mais gloriosos da corte até a morte brutal, na lâmina do machado dos carrascos de Henrique.

Comentário: Delicioso, conhecendo ou não a história. Narrado com tanta habilidade que revolta saber que estas mulheres existiram e que suas vidas foram assim. Muito fortes as cenas de morte e da espera da morte na Torre de Londres. Há diversos afagos nos fãs de “A Irmã de Ana Bolena”. Maria Bolena é referenciada diversas vezes e Catarina Carey, filha de Maria, participa da história como Dama das Rainhas Ana de Cleves e Catarina Howard. Estou começando a ficar deprimida porque já li quatro livros da série Tudor e sei que já li os melhores. Publicados em Português sei que só tem mais um: “O amante da virgem”. Acho que “A Outra Rainha” (sobre a prima de Elizabeth, a Rainha da Escócia) e “The Wise Woman” (história de uma mulher comum da Era Tudor) não serão publicados por aqui. O negócio é torcer para que a nova série sobre a Guerra das Duas Rosas chegue logo ao Brasil.

Esta entrada foi publicada em Eu li: Ficção, Eu li: Phiippa Gregory com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s