Che Guevara – A Vida em Vermelho

Che Guevara – A Vida em Vermelho

Conceito: G

Gênero: Biografia

Fizemos um Amigo Secreto de Natal entre os médicos, enfermeiros e doutorandos do SAMU Pediátrico do Hospital Geral (ou “Iatrogenical Memorial” como dizia nosso saudoso professor Delamea) e eu, muito sortuda, fui tirada pelo nosso querido Professor Petrônio Fagundes de Oliveira e ganhei uma biografia do Che. Gostei bem mais do presente que eu ganhei do que do presente que eu dei hahaha, mas enfim, cada um com os seus problemas. Eu ainda não acabei de ler, por isso o conceito “G”, que segundo a UCS significa “Nota não informada”. Pensei em dar conceito “M” de matriculado, hehehe, mas achei que “G” era mais adequado. É meio contra os princípios originais do meu Blog postar sobre livros não lidos, mas eu to gostando tanto e devo demorar tanto pra acabar… Não resisti.

O livro, que me foi entregue na revelação do meu amigo secreto na Pizzaria Artiginale, já tinha surgido em várias conversas durante os rounds do SAMU. O Professor Petrônio me falava de duas biografias do Che que ele havia lido: Uma que era mais crítica, que foi a que serviu de base para o filme do Benicio del Toro (que alias, também foi tema de um dos nossos rouds) e esta, que é uma biografia mais “amiga do che”, mais romantizada da vida dele. Ganhei essa, mas recebi também muitos estímulos de ler a outra.

O livro tem umas 500 páginas e eu li cerca de 100 até agora. Já estamos no México, com o Che se preparando para ir pra Cuba com grupo do Fidel. Acho que as biografias tendem a parecer maçantes e pouco convidativas para leituras que não tenham finalidade de pesquisa ou estudo, mas essa não é mesmo. E talvez esse seja um preconceito global contra as biografias que precisa ser revisto. Fiquei pensando nisso depois que li “O Fantasma” e aprendi sobre o ofício dos “Ghostwritters”. São boas pessoas, os ghostwritter e os biografos.

Os capítulos iniciais com a infância e juventude do che são muito bons e são complementados com a dose certa – nem demais, nem de menos – de informações conjunturais, sobre a Argentina, sobre a relação da família dele com o Perón, com a Guerra Civil Espanhola, etc.

No começinho se fala bastante da Asma do Che e de como isso foi fudamental para marcar a relação dele com a mãe, Celia de La Serna. O pai do Che culpava a esposa pela asma do filho. Conta ali que tudo começou depois que a mãe resolveu levar o “Ernestito” para nadar num dia  frio. Desde então, acabou o pulmão do guri. O autor faz uma pequena justiça à mãe, encontrando pelo menos um episódio prévio de sibilância anterior ao fatídico dia do rio. Fato é que, justo ou não, essa culpa (e a fanfarronisse do pai) foi o que aproximou os dois. E a mãe, mulher culta, feminista e anticlerical, proveniente de um  lar de comunistas (o da irmã), foi bem importante para a vida do Che.

Eu li essa parte e fiquei viajando, provavelmente porque eu estava de plantão:

E.G.L.S, sexo masculino, 2 anos, vem acompanhado dos pais por  tosse e disfunção respiratória. Nega febre.  Pai relata início da crise após banho de rio no dia de ontem, com piora da tosse à noite. Mãe refere história prévia de sibilância e pneumonia aos 40 dias de vida. História Familiar de Asma (mãe). Satura 89% em AA. Ao exame físico: BEG, Corado, hidratado, taquipnéico. AC: BNF, RR, 2T s/ sopros. AP: MV+, c/ sibilos difusos. Tiragem subcostal. Abdomem: Depressível, sem megalias. Oro e Oto: sp. Extremidades aquecidas e bem perfundidas.

Só não sei qual era a conduta em 1930🙂

Sobre o autor sei pouco. No livro tem algumas informações, inclusive uma que é uma má referência: O Jorge  Castñeda foi Ministro de Relações Exteriores do Vicente Fox, ex-presidente do México (e da coca-cola!), exímio representante do ciclo neoliberal da América Latina, de 2000 a 2003. Mas até o ponto em que eu estou, eu defendo metodológicamente o livro. Ele cita diversas biografias do Che, entrevistas com familiares e fontes biograficas oficiais até do governo cubano. E o tom é bastante Pró-Guevara. Talvez ele venha mais adiante a manifestar alguma má vontade com o que “se fez da revolução cubana”. Eu sinto uma ligeira propensão a isso por conta da própria versão dos fatos que conta o meu professor, que ainda que continue admirador do Che, mudou um pouco de pensamento desde a época em que ele era do nosso DA e tinha um pouco mais de mais cabelo. Essa versão é a de que, como o Jorge Castñeda chega a insinuar no começo do livro, o Fidel traiu a revolução e esta não conseguiu absorver os valores humanísticos do Che. Mas isto é dito muito brevemente e ainda não prejudicou o livro.

Mas veremos! Vamos ver o que “é feito do livro” nas próximas 400 páginas. Até agora a dica é: Comprem!😉


Esta entrada foi publicada em Eu li: Política com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a Che Guevara – A Vida em Vermelho

  1. Ana Paula diz:

    Di!! Não acredito, tu ganhou um presente de amigo secreto do Petrônio! hehe, que engraçado…
    tá, mas mto bom o presente, deve ser mto interessante mesmo o livro.
    bjoss

  2. dsoares08 diz:

    Engraçado foi pouco! Foi muito divertido! Ele levantou la e disse que a amiga secreta dele era bem facil de dar presente, que nos eramos admiradores de uma pessoa em comum e me deu o livro! Hahahah! Foi muito legal!E eu ainda tirei a Marina, que é intensivista e da plantao no samu tb (sabe quem é?), e no meu unico plantao com ela nao chegou criança nenhuma, entao a gente so ficou conversando e ela me contou que tinha ido pra Cuba com o namorado e ficou me mostrando as fotos!!! Esse SAMU… Varios simpatizantes da revolução🙂
    Saudade aninha! Manda noticia ae da residência!
    Valeu ai pelo comentário! Nem minha mãe comenta no meu blog hahaha! Mas é que a minha mãe não gosta do Che😦
    Beijus!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s